Acesso Restrito

Optar por uma escola bilíngue, hoje, é um dos grandes diferenciais que os pais podem proporcionar ao futuro de seus filhos. A escolha leva não só ao domínio de um novo idioma, mas à preparação da criança para uma trajetória pessoal e profissional de sucesso. Maior preparação para a vida profissional, estímulo a funções cognitivas e aumento do repertório cultural são algumas das vantagens.

No entanto, não é qualquer escola que possui um programa bilíngue que proporciona tudo isso ao aluno. Aliás, não é toda escola que se denomina bilíngue que pratica, de fato, o bilinguismo!

O Villa Campus de Educação é a única escola de Salvador que pode afirmar que possui um programa bilíngue estruturado da educação infantil ao ensino médio, com o Exame de Cambridge, que mede o desenvolvimento dos estudantes na língua inglesa a partir do 3º ano do Ensino Fundamental. A instituição também tem como diferencial o seu corpo docente e currículo que privilegia o desenvolvimento integral do aluno.

Conheça mais sobre a proposta do Villa e saiba por que você deveria apostar em seu programa bilíngue!

Como funciona o programa bilíngue do Villa?

Alunos da educação infantil ao ensino médio podem aproveitar as vantagens do programa bilíngue do Villa. Isso acontece porque a instituição é a única de Salvador que possui um programa extensivo de ensino, que prepara desde crianças de 2 anos a adolescentes.

O programa funciona por meio de uma parceria com o Fieldwork Education, instituição Britânica que há mais de 30 anos auxilia escolas em todo o mundo a empregar um programa bilíngue de qualidade. Cada etapa do desenvolvimento infantil é tratada de forma única e, como tal, possui características específicas.

O bilinguismo do Villa na educação infantil

As crianças de 2 a 5 anos se beneficiam com o Early Year Curriculum (IEYC), um programa que considera as necessidades de crianças dessa faixa etária. O IEYC é solidificado em oito princípios básicos, que reconhecem que o aprendizado durante a infância deve ser motivador, divertido e engajador. Além disso, cada criança é identificada como única, bem como seu processo de aprendizado.

O bilinguismo do Villa no ensino fundamental

Do primeiro ao quinto ano de ensino, o International Primary Curriculum conduz o programa bilíngue do Villa. O programa consiste em um processo que encoraja o aprendizado, levando em consideração a meta de cada indivíduo. O IPC é bastante flexível e pode ser adaptado aos interesses da criança e ao seu nível de aprendizado.

O bilinguismo do Villa no ensino médio

Com o programa bilíngue do Villa, ao final do ensino médio, o estudante recebe tanto o diploma brasileiro quanto o norte-americano. Isso é possível por meio do programa High School, que torna o estudante habilitado a tentar vagas em universidades internacionais.

Por que o programa bilíngue do Villa funciona?

Quer saber por que o programa de bilinguismo do Villa funciona de verdade? Damos quatro bons motivos que explicam por que o Villa não é apenas mais um no ensino do inglês.

1. É baseado em evidências

O currículo internacional do Fieldwork Education já foi testado por mais de 15 mil professores, 2 mil escolas e em 98 países de todo o mundo. Toda a experiência acumulada contribuiu para a consolidação de um programa que forma, de fato, indivíduos bilíngues, com sólido conhecimento na segunda língua.

2. Leva em consideração a individualidade no processo de aprendizado

Cada estudante possui o seu ritmo de aprendizado e isso é levado em conta no programa bilíngue do Villa. Essa flexibilidade permite o desenvolvimento de cada aluno no seu tempo, mas sempre com progressos significativos.

3. Possui uma carga horária ampla

Até a primeira etapa do ensino fundamental, dentre as aulas ministradas, 50% delas são feitas em língua inglesa, o que corresponde a 15 horas/aulas por semana. Já na segunda etapa do ensino fundamental, durante a semana são realizadas 13 horas/aulas no idioma.

Com isso, o aluno fica imerso na língua, já que ela é usada como meio de instrução para outros conteúdos curriculares e não como um fim em si mesmo. Como consequências temos o desenvolvimento da oralidade, a fluência e o pensar em outro idioma. Sem falar do repertório cultural do aluno que se amplia!

4. Conta com um corpo docente qualificado

Os professores em sala são profissionais treinados para lidar com o bilinguismo. Eles dominam, portanto, tanto os conteúdos curriculares (as ciências e a matemática, por exemplo) como o idioma ensinado. O treinamento é feito pela Fieldwork Education e pela University Missouri.

Se formar em uma escola bilíngue é um grande diferencial no currículo do estudante. Currículo esse que vale não apenas para a futura carreira do jovem, mas para a sua formação cultural e enquanto cidadão.

Possibilite isso ao seu filho! Agende agora uma visita no Villa Campus de Educação e conheça de perto tudo que a escola tem a oferecer.